Enfermagem UniPinhal promove ações no “Agosto Dourado”

Enfermagem



O curso de Enfermagem UniPinhal promoveu para os alunos do 3◦ ano o Curso de “Promoção, proteção e apoio a amamentação”, com carga horária de 20h e, no dia 12 de agosto através do Youtube, os cursos da área da saúde promoveram a Webinar “Agosto Dourado: como proteger a amamentação”, evento que faz parte das atividades do Projeto Qualidade de Vida.

A amamentação é recomendada pelo Ministério da Saúde até os 2 anos de idade ou mais e, de forma exclusiva, nos seis primeiros meses de vida, mesmo nas mães que tiveram casos confirmados de Covid-19.

O leite materno é a melhor fonte de nutrição para bebês e a forma de proteção mais econômica e eficiente para diminuir as taxas de mortalidade infantil, sendo capaz de reduzir em até 13% os índices de mortes de crianças menores de cinco anos, segundo o Ministério da Saúde. O aleitamento materno protege a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias, além de evitar o risco de desenvolver hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade na vida adulta.


Incentivo à amamentação


Desde 1981, o Ministério da Saúde coordena estratégias para proteger e promover a amamentação no Brasil.

O país possui 301 Hospitais Amigos da Criança que promovem 10 passos para o sucesso do aleitamento materno.

Além disso, o Brasil possui ainda 222 bancos de leite humano e 219 postos de coleta.


Agosto Dourado


O Agosto Dourado simboliza a luta pelo incentivo à amamentação – a cor dourada está relacionada ao padrão ouro de qualidade do leite materno. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), por ano, cerca de seis milhões de vidas são salvas por causa do aumento das taxas de amamentação exclusiva até o sexto mês de idade.









13 visualizações