top of page
Escrevendo com Caneta

ARTIGO

Material::

Área:

Título:

Descrição física:

ARTIGO

Medicina Veterinária

Análise de crescimento de Arara-Azul (Anodorhynchus hyacinthinus) em cativeiro com alimentação artificial

14 f.

Número de chamada:

Artigo/Unipinhal

Idioma:

Português

Publicação:

Espírito Santo do Pinhal, SP: [s. n.], 2019

Ano:

2019

Assunto:

Autores:

Orientador:

Arara-azul ; Alimentação ; Gavagem ; Desenvolvimento

Braga, Bruno ; Gagliardi, Regina Carla

Ingrid Caputo Nunes

Resumo:

A Arara-azul (Anodorhynchus hyacinthinus) encontra-se ameaçada de extinção devido a caça para abastecimento do mercado ilegal de animais de estimação e à destruição de seu habitat. No Pantanal elas se alimentam de Acurí e Bocaiúva. O estudo da análise de crescimento do animal em cativeiro torna possível verificar o desenvolvimento corpóreo criando, desta maneira, ferramentas para auxiliar na conservação da espécie e da biodiversidade como um todo. No Pantanal o filhote de Arara-azul atinge o pico de peso (peso máximo do filhote no ninho), que é de 1.452g, aos 77 dias. Os dados de crescimento em cativeiro da Arara-azul apontam um peso máximo do filhote de 1.500,1g aos 70 dias de idade, o que origina um ganho de peso de 21,4g/dia. O estudo foi desenvolvido em um zoológico no Município de Poços de Caldas, no sul do estado de Minas Gerais em um zoológico. Os dados utilizados são referentes a um filhote macho de Arara- azul cujo crescimento foi analisado durante um período de 70 dias de alimentação artificial pela técnica de gavagem (aproximadamente 80 dias de vida).

Abrir Trabalho
bottom of page