top of page
Escrevendo com Caneta

TCC

Material::

Área:

Título:

Descrição física:

Número de chamada:

Idioma:

Assunto:

Autores:

Orientador:

TCC

Fisioterapia

Avaliação do nível de depressão em idoso

30 f.

TCC/Unipinhal C822a

Português

Depressão ; Idoso ; Psicologia

Corol, Bruna Aparecida

Camilla Maria Prudêncio Pilla Teixeira

Resumo:

O aumento da expectativa de vida mostra que número de pessoas com mais de 60 anos está cada vez maior e os desafios ligados aos aspectos físicos, sociais e psicológicos desse envelhecimento podem levar ao desenvolvimento de um estado depressivo, sendo manifestado através de alterações emocionais, como humor deprimido, perda de prazer e energia, que pode ser acompanhada de sensação de cansaço e/ou fadiga, além de mudanças no sono, apetite e interesse pela vida. A fisioterapia e a prática de exercícios físicos visam melhorar a qualidade de vida nessa população, abordando tanto aspectos físicos quanto emocionais, contribuindo para maior qualidade de vida para aqueles que sofrem de depressão. Objetivo: O objetivo deste estudo foi identificar na população idosa se há indícios de estado depressivo e, se existe relação com os dados sociodemográficos. Metodologia: Foi conduzido um estudo descritivo de corte transversal, com 10 pessoas de ambos os sexos, com a idade a partir de 60 anos, que foram avaliados através de um questionário sociodemográfico e pela Escala de Depressão Geriátrica (GDS). Resultado: Dentre os participantes 80% eram mulheres e 20% homens com idade média 70,5 ± 6,9 anos, sendo que apenas 40% moram sozinhos e os demais com a família. A escala de depressão apresentou baixo índice no rastreio para depressão em que 10% estado depressivo severo, 20% estado depressivo leve e 70% dos participantes tiveram o escore considerado normal. A maioria tem bom convívio familiar (90%), atividades de lazer (90%) e reuniões sociais (60%) embora a pratica de atividade física seja baixa (30%) sugerindo que resultado baixo para depressão pode estar relacionado a isso, já que 1 participante que teve grau severo no escore mora sozinho, não tem convívio familiar e nem com amigos. Enfim esse estudo demonstrou a importância de uma visão multidimensional no envelhecimento para uma evitar declínio emocional e mental.

bottom of page