top of page
Escrevendo com Caneta

ARTIGO

Material::

Área:

Título:

Descrição física:

ARTIGO

Medicina Veterinária

Laceração Perineal de Terceiro Grau em Égua: Relato de Caso

Número de chamada:

Artigo/Unipinhal

Idioma:

Português

Publicação:

Espírito Santo do Pinhal, SP: [s. n.], 2019

Ano:

2019

Assunto:

Autores:

Orientador:

Equino ; Distocia ; Cirurgia

Oliveira, Natasha Caroline Moreira de

Fernanda Monteiro da Luz Casalecchi

Resumo:

As lacerações perineais podem ocorrer em fêmeas de várias espécies e podem ser classificadas em lacerações de primeiro, segundo ou terceiro grau dependo da extensão das lesões. As lacerações de terceiro grau, são mais comuns em éguas primíparas sendo caracterizada pela ruptura do corpo perineal, esfíncter anal, assoalho do reto e vestíbulo da vagina, resultando em uma abertura comum entre reto e vestíbulo, consequentemente ocorre uma grande contaminação por fezes na vagina. O diagnóstico é feito através da visualização da laceração perineal após o parto. O tratamento é cirúrgico, e visa a reconstrução reto-vaginal (períneo), uma complicação comum nesta cirurgia é a deiscência de pontos. O presente estudo tem como objetivo relatar um caso de laceração perineal de terceiro grau em uma égua Mangalarga Marchador, de 4 anos, em que foi necessário realizar várias intervenções cirúrgicas até a correção da laceração.

Abrir Trabalho
bottom of page