top of page
Escrevendo com Caneta

TCC

Material::

Área:

Título:

Descrição física:

Número de chamada:

Idioma:

Assunto:

Autores:

Orientador:

TCC

Fisioterapia

Técnicas de conservação de energia na qualidade de vida de um paciente com DPOC grave: relato de caso

61 f.

TCC/Unipinhal F866t

Português

Dispneia ; Funcionalidade ; Fisioterapia ; Relato de caso

Freitas, Maysa Mesquita de

Mariana Ferreira de Oliveira.

Resumo:

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é uma condição caracterizada pela obstrução crônica das vias aéreas e tem uma alta incidência global. A dispneia, como principal sintoma, afeta a capacidade do paciente de realizar atividades diárias, pode causar sintomas psiquiátricos, como depressão e ansiedade levando a um ciclo de deterioração da saúde. O tratamento da DPOC é abrangente e inclui mudanças no estilo de vida, redução de exposição a fatores de risco, fisioterapia, oxigenoterapia, tratamento de comorbidades, e medicamentos. Objetivo: Analisar o impacto das técnicas de conservação de energia nas AVD´s e a repercussão na qualidade de vida. Metodologia: É um relato de caso de um paciente com diagnóstico de DPOC grave encaminhado para Clínica Escola de Fisioterapia UNIPINHAL. Descrever-se à avaliação fisioterapêutica contendo sensação de esforço nas atividades de vida diária, a qualidade de vida, estudo do ambiente domiciliar relacionando com a funcionalidade, aplicação das técnicas de conservação de energia e posteriormente, reavaliação. Os instrumentos utilizados foram: o Questionário do Hospital Saint George (SGRQ), que aborda os aspectos relacionados a três domínios: sintomas, atividade e impactos psicossociais que a doença respiratória inflige ao paciente e a Escala de Percepção de Esforço (BORG) que é uma ferramenta para medir subjetivamente a intensidade do esforço ou da fadiga percebida durante o exercício físico. Resultados: Esse estudo irá explorar e aplicar as técnicas de conservação de energia como uma conduta eficaz buscando reduzir o desconforto e promover uma melhora da funcionalidade e qualidade de vida. Conclusão: No presente estudo, os dados coletados durante a execução das AVD’s alinhou-se a padrões semelhando encontrados na literatura comparados a outros estudos realizados com pacientes DPOC graves e iniciou-se implantação das estratégias com repercussão positiva buscando diminuição do gasto energético e da dispneia

bottom of page